testo


"Que nunca te falte amor... mas, se faltar, sabes onde me encontrar."

Bem Vindos

Bem Vindos ao Portal de Luz

terça-feira, 11 de outubro de 2016

As causas de todos os nossos sofrimentos

Resultado de imagem para Cantinho de imagem da guerreira mestre kuthumi

As causas de todos os nossos sofrimentos

Mensagem canalizada em 3 de outubro 2016 

– Kuthumi

As causas de todos os nossos sofrimentos estão dentro de nós. Não há como trabalhar uma melhoria no seu ambiente sem, primeiro, olhar para dentro de si.

O Amor por você mesmo é, em primeiro lugar, a forma de olhar para dentro sem medo, com cuidado e com carinho.
Essa maneira amorosa de olhar para você é o começo da sua cura, da sua libertação.

Somente poderá chegar ao objetivo de ser livre e feliz, olhando para os seus sentimentos, abrindo-se para você, sem medo e sem julgamento.

Olhe para dentro de si, sem culpar-se por nada. Você não está errado, você simplesmente é humano. Ser humano é lindo, é uma experiência maravilhosa e transformadora. É a forma que você escolheu para curar tudo o que lhe fazia sofrer.

Essa cura é um processo abençoado e lindo e você poderá libertar-se de todas as “amarras” do sofrimento que você mesmo criou para si.

Muitas vezes, Meus Filhos, vocês criam limitações e véus que os impedem de ver como todo o mundo é de verdade. Essa “casca” é acumulada em cada encarnação, em todas as experiências e vivências nas diversas dimensões e, também, causam traumas e são devido a eles que, muitas vezes, vocês criam formas de proteção.

Mas o Amor pode remover, aos poucos, essa “couraça dura” e curar, aos poucos, todos os seus medos e traumas. Mas para isso é necessário aceitar. Aceitar o que você é. Aceitar e abraçar o seu verdadeiro EU e amar as suas falhas e os seus medos.

Aceite sentir tudo o que vem a você. Aceite amorosamente e sinta de forma intensa, sem medo e sem disfarce. Isso será a sua cura.

Afinal, Meus Filhos, essa é a sua busca na eternidade.

A sua busca é a cura e a libertação.
Paz e Luz!
Kuthumi
Canal: Michelinha OM


http://trabalhadoresdaluz.altervista.org/

Nenhum comentário:

Postar um comentário