testo


"Que nunca te falte amor... mas, se faltar, sabes onde me encontrar."

Bem Vindos

Bem Vindos ao Portal de Luz

domingo, 26 de junho de 2016

NÍVEIS MENTAIS

NÍVEIS MENTAIS

NÍVEIS MENTAIS 

 A mente humana é uma faculdade sensorial da inteligência. Sua função é captar informações que são armazenadas nos neurônios cerebrais pelos outros sentidos normais do ser humano. 

Nossa mente tem condições de captar e imprimir qualquer tipo de informação em uma célula viva. 

Através de nossa vontade, temos condições de entrar em sintonia com qualquer centro cerebral e levar à consciência a informação que se encontra ali armazenada. 

De acordo com as freqüências das ondas cerebrais, os níveis mentais estão dentro de dois grandes grupos: Nível Astral ou Nível Mental (vide quadro). 

Níveis Ciclos por segundo Definição 
Mental dimensional De 27 até 32 Transmutação, materialização e desmaterialização, viagens dimensionais 
Mental físico De 21 até 26 Fenômenos físicos (entortar metais, levitar…), telepatia. 
Mental superior De 15 até 20 Projeção, telepatia (com pouco alcance). MENTAL 


————————————————————————————- ASTRAL 

Beta De 9 até 14 Ações comuns do dia a dia. 
Alfa De 5 até 8 Estado de sono não profundo, relaxamento, projeções. 
Teta De 2 até 4 Relaxamento profundo, sonhos. 
Delta De 0,1 até 1 Só o subconsciente está ativo, estado de coma. 

NÍVEL ASTRAL NÍVEL BETA: Ou estado de vigília. Nesta freqüência, estão associados os cinco sentidos físicos: tato, paladar, olfato, visão e audição. Nela realizamos as ações comuns de nossa vida como falar e pensar. Enfim, passamos o dia em beta. Ele é o ponto intermediário entre os planos astral e mental. Neste nível, a rotação cerebral varia de 9 a 14 ciclos por segundo. 

NÍVEL ALFA: É o nível da criação, é quando você relaxa, faz projeções. Podemos usufruir dele tanto consciente como inconscientemente. Podemos alcançar um relaxamento maior e é onde criamos, pensamos, desejamos, programamos sonhos. É um estado de sono não profundo, no qual não sonhamos. A freqüência de rotação do cérebro varia de 5 a 8 ciclos por segundo. 

NÍVEL TETA: Atingir este nível exige um relaxamento profundo. É quando a pessoa dorme profundamente e sonha. Nesta freqüência, através da sugestão hipnótica, pode-se realizar cirurgias num paciente sem anestesia e sem dor. Em teta, a rotação cerebral atinge de 2 a 4 ciclos por segundo. 

NÍVEL DELTA: É o nível da inconsciência. Nele somente o subconsciente está agindo. Seria semelhante a um estado de coma, ou nível no qual nos encontramos no mundo espiritual. Em delta, a freqüência de rotação cerebral permanece na faixa de 0,1 a 1 ciclo por segundo. 

Podemos treinar nossa mente a usar qualquer campo sensorial, ou seja, atuar em qualquer uma dessas freqüências com a mesma facilidade com que atua nos sentidos de sensações biológicas. 

Tudo é apenas questão de treinamento e dedicação. Esses são níveis que exigem concentração em estado de relaxamento profundo para se atingir resultados satisfatórios, a curto ou longo prazo. 

São todos níveis em que o cérebro funciona em freqüências muito lentas, em baixas vibrações. Isto agora não nos interessa mais, porque nossa mente está em permanente estado de concentração alterada. 

No nível astral, nós imaginamos, criamos, mas não nos realizamos com bastante intensidade ou rapidez. A cura, por exemplo, ocorre, mas com lentidão. Você tem proteção, mas pode diminuí-la, caso não souber mentalizar direito. 

Na nossa vida normal já estamos por bastante tempo no nível astral enquanto dormimos, pensamos, desejamos ou sonhamos. Este nível atua no consciente interior e é desenvolvido por nós automaticamente. Precisamos desenvolver, portanto, os níveis superiores a beta. 

Algumas faculdades mentais podem ser realizadas tanto no astral como no mental, por exemplo: telepatia, clarividência, premonição e energização. Algumas delas, inclusive, nos permitem a comunicação com entidades e seres de outras dimensões. Tanto no astral como no mental, os fenômenos e seus efeitos são ilimitados. A diferença que existe entre eles é muito simples de ser identificada. No astral ocorre a realização dos fenômenos de maneira invisível, quando não podemos ver materialmente a energia atuando no processo, pois ela não sai do nosso campo energético. 

No nível mental é que conseguimos atuar no consciente exterior, o que permite a realização de efeitos físicos. Por ser aliada a um nível raramente estudado, é que existem poucos paranormais de efeitos físicos em todo o mundo, que são aqueles capazes de fazer sua mente atuar em estado de concentração alterada e realizar fenômenos físicos. 

Atuar no consciente exterior significa emitir energia além do seu raio energético, fazer com que ela atue na matéria ou na mente de outra pessoa à distância. O único paranormal que conseguiu atingir 100% da sua capacidade mental foi Jesus Cristo. E o exemplo que nos deixou foi o de usar os níveis mentais de efeitos físicos, onde a cura é rápida, os resultados são instantâneos e nossa mente funciona em ritmo acelerado. Os níveis acima de beta são caracterizados pelas altas freqüências cerebrais, pela elevação das vibrações e são esses níveis que iremos trabalhar, vamos nos concentrar no desenvolvimento do nível mental. 

NÍVEL MENTAL É bom relembrar que o desejar profundo, em nível mental, significa desejar alguma coisa sem duvidar de sua realização. Trazer esta coisa para perto de você, imaginar-se dentro dela, usando-a, conforme o caso. Ver materialmente o objeto ou a circunstância fazendo parte de sua vida, sendo algo já conquistado e definitivo. Isso deve ser feito em estado de total consciência, sem relaxamento, o que significa que sua mente estará em estado de concentração alterada. 

NÍVEL MENTAL SUPERIOR: Neste nível, logo acima de beta, ainda acontecem algumas realizações do astral como o desejo, a projeção e a telepatia. As ações permanecem ao nível do consciente interior, ou seja, nosso subconsciente não emite energia para além do campo energético do nosso corpo. O campo energético interno tem um raio de ação de seis a sete metros de circunferência, tomando nosso corpo como centro. Este é o raio de ação que se vai alcançar no mental superior. Até mesmo a telepatia, a uma distância maior, não deverá funcionar satisfatoriamente. Preparamos nossa mente neste nível para programar sonhos, interpretá-los, ativar a percepção e os poderes extrasensoriais. Também para alcançar uma preparação para o início da realização de fenômenos paranormais. No mental superior a rotação cerebral varia de 15 a 20 ciclos por segundo. 

NÍVEL MENTAL FÍSICO: Nele realizamos fenômenos físicos como entortar metais, levitar objetos, influenciar pessoas, transmitir mensagens telepáticas com grande eficiência, causar sensações em outras pessoas ou mudar o sentimento e o pensamento delas de forma benéfica. O cérebro apresenta uma rotação de 21 a 26 ciclos por segundo. 

NÍVEL MENTAL DIMENSIONAL: É aquele no qual se trabalha com dimensões diferentes das que vivemos normalmente. Neste nível podemos realizar transmutações, materializações ou desmaterializações de objetos e até mesmo de nosso corpo. É um nível ainda bem pouco explorado. Nele podemos realizar viagens por outras dimensões com nosso corpo físico. A esse nível, o cérebro estará com rotação de 27 a 32 ciclos por segundo. 

Portanto nós vamos sempre falar em mentalização e não em meditação, pois acima de 17 ciclos por segundo os resultados são só positivos. A energia cósmica, a este nível, só pode ser usada positivamente ou, no máximo, pode ficar neutra, nunca negativa. O campo energético aumenta, nossas defesas ficam mais resistentes e nossa aura amplia. 

Quando estamos no astral, podemos ficar vulneráveis, a vibração baixa. A energia deste nível pode ser usada negativamente. O campo energético pode baixar, não só na meditação mas também quando a pessoa chora ou dorme, pois a aceleração de suas freqüências cerebrais diminui, assim como a energia e, logicamente, a sua proteção. Assim, pensamentos negativos, vibrações negativas, não só de pessoas, como também do ambiente, influenciam a aura dessa pessoa, podendo absorvê-los. 

Temos então de trabalhar a energia vibracional. Quanto mais a pessoa se desenvolve, faz exercícios e utiliza adequadamente sua energia, mais a vibração vai se acelerando. Os estímulos emocionais e sexuais, quando utilizados de forma apropriada, facilitam muito na ampliação do nosso campo energético. Durante o ato sexual, nosso metabolismo sofre alterações e passa a funcionar em ritmos acelerados: todas as nossas células se agitam, podendo assim transmitir ou receber qualquer tipo de informação. 

Mas a aceleração das freqüências cerebrais não pode ser feita aleatoriamente. Deve ser feita da forma adequada para cada um, com orientações e técnicas corretas. Podemos subir a aceleração, mas dentro de uma escala evolutiva, dentro de determinadas regras, com exercícios apropriados para que a pessoa não se prejudique. Também é importante ressaltar que se uma pessoa está com sua vibração acelerada, seu campo ampliado, as pessoas à sua volta entrarão em sintonia e, em conseqüência, serão também equilibradas. 

http://projetoportal.wordpress.com/category/niveis-mentais/

Nenhum comentário:

Postar um comentário