testo


"Que nunca te falte amor... mas, se faltar, sabes onde me encontrar."

Bem Vindos

Bem Vindos ao Portal de Luz

domingo, 22 de maio de 2016

O QUE AS EMOÇÕES CAUSAM NO PLANO ASTRAL DESPERTANDO O CONHECIMENTO CORPO EMOCIONAL X CORPO ASTRAL



O QUE AS EMOÇÕES CAUSAM NO PLANO ASTRAL DESPERTANDO O CONHECIMENTO CORPO EMOCIONAL X CORPO ASTRAL 

 O que caracteriza a terceira dimensão, para a consciência que nela exercita, é a emoção. Entretanto, quando o ser humano perde o seu corpo físico (morre) e se ainda continua ao nível da sua consciência prisioneiro na dualidade, alimentando-se energeticamente de emoções, ele fica interagindo no “plano astral superior” ou no “plano astral inferior”. Como um ser do “plano astral” é também conhecido como espírito de luz/superior ou como espírito sem luz/inferior. 
Ele se tornou um ser que apenas perdeu o seu corpo físico, mas, que continua ainda ligado energeticamente ao plano físico através do plano intermediário ou zona neutra. 
O espírito inferior/sem luz muito próximo à terceira dimensão a partir de 1971 não mais reencarna, mas, pode sugar a energia vibracional (emocional/sexual) dos vivos. 

O espírito sem luz interage com o indivíduo principalmente em momentos quando ele vibra no medo, na angústia, na insegurança, na depressão e em tudo mais que nele for um manancial de energia emocional, dominando a sua mente e a sua vontade em seus momentos de “negatividade”/fragilidade emocional. 
Portanto, o individuo quando morre, ele perde apenas o seu corpo físico, porque a sua consciência continua ainda viva e se ela estiver cheia de culpa, irradiando mais energia emocional/”negativa”, este ser ficará vibrando no “plano astral inferior”, sintonizando-se com as freqüências mais densas do plano físico. 
Entretanto, se ele permanece irradiando excessivamente energia emocional/”positiva”, com as suas formas-pensamento imaginando-se no céu, ficará vibrando no “plano astral superior” distante das freqüências mais densas do planeta, contudo, ainda ligado energeticamente à terceira dimensão. 
O individuo quando está vivo, quando está com o seu corpo físico, possui a energia vibracional ativa/kundalini (energia sexual/emocional), que o morto não a possui. Ele, um ser vivo está com todos os seus corpos, está inteiro e irradiando energia vibracional ativa, enquanto o morto vibrando no “plano astral” sem o seu corpo físico, não está energeticamente completo. 
Portanto, este vivo mesmo aquele considerado perverso, está em uma situação energética e vibracional melhor do que o morto considerado bom. 
 O ser perverso tem também ao seu favor, que ele pode ainda na terceira dimensão, com o seu pensar e o seu agir, tentar se harmonizar e se resgatar. 
A única chance que o indivíduo tem para evoluir e se transmutar é quando ele ainda está com o seu corpo físico, porque quando ele morre, está apenas esperando o dia do seu julgamento final ou mais uma nova oportunidade evolutiva de reencarnar, porque sem o seu corpo físico e, portanto, por estar energeticamente incompleto, não tem como resgatar a sua alma, mesmo estando no “plano astral superior”. 
 Assim, o individuo/dimensional não deve se enxergar como o ser vivo apenas quando está presente em seu corpo físico, mas, deve se perceber mais amplamente como o Ser Vivo em ressonância com todos os seus Corpos Energéticos. 
A energia da kundalini é a fusão das energias vibracionais transmutadas (sexual/emocional), que o individuo/dimensional deve aprender a manipulá-la, permitindo-o, que tenha um maior controle sobre tudo que o desequilibra fisicamente e emocionalmente. 
E, ele obterá resultados mais rápidos com esta energia, quanto maior for a carga elétrica em suas células, porque ela circulará com mais facilidade por todas as células do seu corpo, através dos seus meridianos e, se o dimensional souber, poderá leva-la para o seu frontal e já neste chacra poderá potencializar/direcionar a sua Energia (Neutra) do Pensamento e fazer milagres como fazia Jesus Cristo. O individuo/dimensional deve ter absoluto controle sobre as suas emoções, dominar as Leis Universais, organizar a sua mente e direcionar a sua energia mental para que ele, como um Co-criador possa manipular a matéria, inclusive o seu corpo físico e ter o poder da Transmutação/Ressurreição. 
A freqüência beta, que vibra na freqüência de nove a quatorze ciclos por segundo, está associada ao estado de vigília e aos cinco sentidos do individuo e vibrar abaixo dela é viver no “plano astral”. O individuo tido como normal com uma freqüência mental em quatorze ciclos por segundo ou vibrando na freqüência beta, é muito realista, muito pé no chão, muito racional e, portanto, diferente do individuo/dimensional consciente, que é um paranormal com uma freqüência mental com pelo menos 27 ciclos por segundo e com um acentuado nível de intuição/percepção, que não mais precisa ter motivações ou estímulos exteriores, porque já possui uma freqüência mental bastante acelerada. 
Os níveis vibracionais nas freqüências alfa, teta e delta de baixa freqüência que o individuo os irradia normalmente em sua vida, são chamados de níveis do “plano astral”. 
A freqüência alfa é o nível da criação, que se faz pelo desejo e pelo pensamento do indivíduo, onde se expressam tanto o seu consciente como o seu inconsciente, está ao nível da programação dos seus sonhos e com a freqüência de rotação do seu cérebro entre cinco a oito ciclos por segundo. 
 A freqüência no nível teta é a do sono profundo, quando acontece aquele relaxamento que satisfaz o corpo e a mente do indivíduo e nela a freqüência de rotação do seu cérebro está entre dois a quatro ciclos por segundo. 
 A freqüência delta é o nível da inconsciência do individuo, onde movimenta o seu subconsciente e onde se expressa o que é chamado de mundo espiritual e nela a freqüência de rotação do seu cérebro está entre um décimo a um ciclo por segundo. 
O individuo quanto mais decodifica as suas experiências tridimensionais, procurando as suas respostas mais além, mais ele auto-ilumina, mais adquire Luz/informação e mais percebe que a Consciência Divina por irradiar a Unicidade, não é como a consciência humana dual que muito teoriza e muito conflita. 
Seres humanos, Seres Extraterrestres, Seres Astrais, Seres Dimensionais e Seres de Luz fazem parte de uma mesma Pirâmide, estão Nela distintamente localizados buscando o Seu Ápice, mas, são igualmente importantes para que Ela Se faça e Se mostre. 
Mais perto do Ápice da Pirâmide estão os Seres Energéticos, que não têm mais emoção e sim uma consciência expansiva. 
Eles têm a noção da dualidade, do que gera a emoção, mas, não a sentem. Os Seres Energéticos vibram com uma consciência coletiva, eles percebem tudo o que acontece, até o menor pensamento e o menor desejo do indivíduo. 
Eles são Seres Cósmicos e Divinos que na “Pirâmide” são Referenciais de Luz para os indivíduos/dimensionais. Estão além do Plano Dimensional, são também conhecidos como Seres Angelicais, comandam toda a Hierarquia Cósmica e Eles estão fazendo com os indivíduos/dimensionais um trabalho de seleção ao nível de sua consciência, para que recebam mais Luz/informação e transcendam-se mais rapidamente. 
 Como já escrevemos em outra ocasião, estes “Seres” estão ajudando o dimensional/Projeto Portal fazer a sua alquimia de transposição do plano mais denso/eletromagnético da matéria (terceira dimensão/kundalini), para o Plano mais Sutil/Magnético do Amor (quinta dimensão/ectoplasma), através do plano intermediário/plasma (quarta dimensão). 
 O indivíduo/dimensional deve ter sempre em mente que o seu Verdadeiro e Único Mestre é o Eu Superior, que a sua Essência está constantemente irradiando a Luz do seu Cristo Interior e que o Céu pertence à Dimensão Superior e Angelical, que irradia alta Vibração de Amor Puro – o Amor da Criação/Manifestação. 
 O individuo tem dificuldade de evoluir e de auto-iluminar, porque está preso e perdido no plano da ilusão, na densidade energética da terceira dimensão com o seu limitado padrão dual/emocional de experiência. Para que o indivíduo alcance o seu objetivo de interação com a quarta ou com a quinta dimensão, ele precisa, a todo instante, se exercitar na Freqüência do Cristo, percebendo-se como Unidade e não como individualidade que conflita. 
 A densidade da terceira dimensão limita a expansão do seu pensamento, bloqueando a sua mente para as suas realizações em direção aos Planos mais Sutis de Vibração. 
 O dimensional deve se esforçar para adquirir o seu Passaporte Divino, procurando auto-iluminar, para que saia definitivamente da freqüência energética que atualmente vibra e não reencarne mais, porque reencarnação é uma reprovação, que só acontece nos mundos físicos da terceira dimensão. 
Para que o individuo auto-ilumine ele deve se libertar da emoção do medo, a emoção/mãe que gera todas as outras freqüências “negativas” de interação, que o prendem à terceira dimensão. 
 No medo o individuo, com a sua consciência/dual, não consegue dialogar com o Eu Superior através da sua percepção/intuição. A sintonia indivíduo/Deus vai se fazendo cada vez mais, à medida que a consciência dual/humana do individuo/dimensional vai percebendo-O mais plenamente em todos os Seus níveis de manifestação. 
Portanto, o dimensional que agora tem parceria com os “seres”, já deveria ter decodificado o que são realmente os contatos com OVNIs, que já não deveriam ser o motivo de maior relevância para ele, deixando-os em segundo plano para pesquisadores da ufologia tradicional. 
 Entretanto, o individuo deve-se observar criteriosamente, porque ao interagir com o “plano astral” e, tendo uma intensa vontade de ver algum fenômeno e se o que ele anseia não acontece, a força do seu pensamento pode lhe mostrar o que foi criado pela sua imaginação, o que ele queria ver (forma-pensamento). 
 Assim, ligações com o “plano astral” não são tão confiáveis e estas interações mesmo que se apresentem em uma linguagem cósmica aparentemente correta, devem se mostrar inseridas na realidade tridimensional. 
Os contatos devem ser preferencialmente aceitos como verdadeiros, quando fotografados ou filmados. Seres de baixa freqüência vibracional ou de pouca luz aproveitando o momento de instabilidade emocional do indivíduo e, em uma simbiose emocional com ele, podem lhe criar situações propensas às discussões/brigas, para que possam sugá-lo com mais abundância a energia de suas emoções. 
 Seres de alta freqüência vibracional ou de muita Luz podem utilizar a sensibilidade do individuo, que tem uma percepção mais desenvolvida e lhe passar mensagens sempre no sentido da união, sempre no sentido do Amor e muitas vezes não Se identificam em suas mensagens, que são verdades esclarecedoras e pautadas no sentido da Harmonia. Não existe diferença entre a energia emanada dos Seres Dimensionais e a dos Mestres Iluminados que já ascenderam, porque todos estão sintonizados com a mesma Freqüência do Amor Puro que irradiam. 
 Eles estão apenas vibrando em escalas evolutivas próprias e, portanto, apenas as Dimensões onde vibram os Seres Dimensionais, que já transmutaram os seus corpos físicos, são energeticamente diferentes dos Planos de Luz, onde vibram os Mestres Iluminados. Quando o indivíduo está com dúvidas e inseguro é quando ele mais se liga ao “plano astral”, porque sintoniza com formas astrais que vão lhe saciar o “ego”, agindo de acordo com o que ele quer saber e com o que ele quer ouvir. 
 O dimensional na sua condição humana nunca irá se livrar totalmente do “plano astral”, por estar na condição de uma criatura tridimensional/emocional, mas, ele pode e deve aprender a desenvolver o seu lado mental/vibracional, para trabalhar as suas dificuldades cotidianas e transcende-las. 
O extra-físico está além do físico, está além da matéria ou da terceira dimensão, portanto, o “plano astral” pode ser considerado extra-físico. A energia extra-física é utilizada para determinados trabalhos e ela esta sendo manipulada por enquanto apenas por alguns indivíduos/dimensionais, que já atingiram outro nível mental e que podem fazer trabalhos direcionados, energeticamente mais profundos, mais próximos dos “seres”. 
 O individuo/dimensional que já conseguiu levar para o seu frontal a sua energia da criação física (energia sexual/emocional), direcionando-a através da Energia do seu Pensamento, está vibrando mentalmente pelo menos em 27 ciclos por segundo. 
O dimensional que já teve o seu banho de plasma individual e que já recebeu a sua Freqüência de Onda Pura, vibra nesta freqüência e não está mais sujeito às interferências do “plano astral”. 
 Quanto mais Luz/informação menos dualidade/emoção, menos o indivíduo fica à mercê do “plano astral” e menos fica ligado ao campo eletromagnético da matéria. 

Postado por Jose Carlos Medeiros de Araujo

Nenhum comentário:

Postar um comentário